O Município

Dados do município

Dados do município/localização

Anivers√°rio: 11 DE JUNHO DE 1761
Fundação: 07/12/1959
Gentílico: LUMINENSE
Unidade Federatíva: MARANHÃO
Mesoregi√£o: NORTE MARANHENSE
Microregi√£o: AGLOMERA√á√ÉO URBANA DE S√ÉO LU√ćS
Dist√Ęncia para a capital: 26,00

Dados de características geográficas

√Ārea: 122.828,00
População estimada: 119915
Densidade: 910,97
Altitude: 0
Clima:
Fuso Hor√°rio: UTC-3
O munic√≠pio foi criado a partir do desmembramento do munic√≠pio de Ribamar. Bairros como Maiob√£o, Maioba, Mocajituba, Igua√≠ba, Paran√£ I, II e III, Vila Merc√™s e Residenciais Abdalla I e II, comunidade de Tendal-Mirim, Loteamento Todos os Santos, Vila S√£o Jose I e II, comunidades dos Portos de Mocajituba, Caranguejo, Pau Deitado, as comunidades de Novo Horizonte, Nova Luz, Nova Vida, Jardins das Meses, Residenciais Araguaia, Roseana Sarney, Conjunto Tamba√ļ, Loteamento Jardim Paran√£, Residencial Orqu√≠deas, Vila Nazar√©, entre outras vilas e comunidades comp√Ķem o cen√°rio geogr√°fico de Pa√ßo do Lumiar.

O munic√≠pio possui extensas √°reas verdes ainda n√£o ocupadas por atividades humanas. Belezas naturais e um rico patrim√īnio da cultura popular como o sotaque de Matraca representado pelos batalh√Ķes da Maioba e do Igua√≠ba que d√£o brilho cultural na cidade mais bonita do litoral norte maranhense.

Com a economia em crescimento, diversas atividades são desenvolvidas no município como o extrativismo, pesca, agricultura familiar e ainda o desenvolvimento do comércio atacadista e varejista, além de atividades ligadas ao Ecoturismo, que também movimentam a economia local.

Com uma morfologia natural de rios e cursos d¬íaguas, h√° em algumas localidades, a presen√ßa dos mangues. O munic√≠pio diante do cen√°rio nacional vive um desafio que √© fazer uma cidade moderna com foco em seu maior patrim√īnio: sua gente. Pa√ßo do Lumiar est√° em desenvolvimento e avan√ßo constante nas √°reas social e econ√īmica.
Segundo relatos hist√≥ricos, a ocupa√ß√£o inicial √© datada de 22 de maio de 1625, quando chegou √† capital da prov√≠ncia do Maranh√£o, o governador Francisco Coelho de Carvalho. Na √©poca, o jesu√≠ta Lu√≠s Figueira j√° possu√≠a uma l√©gua de terra no s√≠tio chamado Anindiba que, por escritura p√ļblica, fora-lhe doada por Pedro Dias e sua mulher Apol√īnia Bustamente.

Por meio da Carta Régia de 11 de junho de 1761, o então Governador Joaquim de Melo e Póvoas desloca-se, no ano seguinte, para o território e eleva-o à categoria de Vila, com o nome de Paço do Lumiar, em razão de sua semelhança com a localidade Freguesia do Lumiar, que fica nos arredores de Lisboa, em Portugal.

Pa√ßo do Lumiar chegou a ser distrito da capital S√£o Lu√≠s, no s√©culo XX, e em seguida passou a ser distrito de Ribamar. A emancipa√ß√£o administrativa e pol√≠tica ocorre em 7 de dezembro de 1959 pela Lei n¬ļ1890. A cidade teve como primeiro prefeito, Pedro Ferreira da Cruz.

Sem informa√ß√Ķes at√© o momento

O munic√≠pio teve v√°rios pol√≠ticos presos por corrup√ß√£o. A prefeita, Bia Ven√Ęncio, esteve envolvida em esc√Ęndalos de desvio de verbas, desde 2009, com uma s√©rie de despesas, sem comprova√ß√£o no seu mandato, no total de quase 32 milh√Ķes de reais. Foi presa, durante a Opera√ß√£o Allien, da Pol√≠cia Federal. Teve posteriormente o mandato cassado e foi condenada a um ano de pris√£o, al√©m de pagamento de multa. O ex-prefeito Gilberto Aroso foi condenado em 2016, junto com seu ex-presidente da Central de Licita√ß√£o do munic√≠pio, Roberto Campos Gomes, por crimes contra a Lei de Licita√ß√Ķes a seis anos e tr√™s meses de reclus√£o.
Foi criado a partir do desmembramento do munic√≠pio de S√£o Jos√© de Ribamar. √Č caracterizado por ser uma cidade dormit√≥rio. A maioria dos seus mais de 100 mil habitantes trabalha em S√£o Lu√≠s. Os principais bairros s√£o Maiob√£o, Maioba, Mocajituba, Igua√≠ba e Porto do Mocajutuba. O munic√≠pio possui extensas √°reas verdes ainda n√£o ocupadas por atividades humanas e √© um lugarejo que ainda conserva aspecto de cidadezinha do interior.

Como é cercado de rios e cursos d'águas, muitos com influência das marés, como o rio Paciência, ocorre a presença dos mangues que são fontes de renda para parte de sua população, através do extrativismo.

Hino de Paço do Lumiar

Salve Paço do Lumiar
Meu majestoso torr√£o
Cuja fama e valor se derramam
Pelas terras do audaz Maranh√£o

Nasceste para as grandezas
A glória o refugir
Traz o teu povo a riqueza
√Čs a terra do porvir

Vila do Paço foi o marco da tua história
Nas largas caminhadas do saber
E foste muito mais engrandecida
Com a aura do valor até envolver

Clara estrela do céu Maranhense
Lira febril do meigo cantor
Tua luz outra estrela n√£o vence
Minha lira mais cheia de amor

Terra de sol ardente
Berço de ideais
Onde nasce esta gente
Com os valores nacionais.

NOT√ćCIAS

#MeioAmbiente | 17 DE JANEIRO DE 2020

PREFEITURA REALIZA MUTIRÃO DE LIMPEZA NA PRAIA DE OLHO DE PORCO

#Cultura | 16 DE JANEIRO DE 2020

Prefeitura Promove dia de A√ß√Ķes em Comemora√ß√£o ao Anivers√°rio de Pa√ßo do Lumiar

#Cultura | 13 DE JANEIRO DE 2020

Sede dá início à programação de aniversário de Paço do Lumiar

#Festa | 10 DE JANEIRO DE 2020

Aniversário de 59 anos de Paço do Lumiar tem programação especial na cidade.

#DireitosHumano | 10 DE JANEIRO DE 2020

Prefeitura planeja rede de a√ß√Ķes para o p√ļblico LGBT de Pa√ßo do Lumiar

Qual o seu nível de satisfação com essa página?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito